Mitos e verdades sobre o ovo

12

De tempos em tempos os vilões da alimentação mudam. O ovo por muitos e muitos anos foi banido da dieta, mas hoje, as coisas mudaram. Ele é considerado um superalimento, pois contém nutrientes essenciais para o nosso organismo, além de ter baixo custo e ser de fácil preparo. Confira alguns mitos e verdades sobre o ovo.

Mito: Aumenta o colesterol
Apesar do ovo ser fonte de colesterol, ele não prejudica o nosso organismo. O nosso corpo não assimila uma quantidade significativa do colesterol ao ingerir os alimentos fontes de colesterol. O corpo produz cerca de 70% a 80% de colesterol e apenas 20% a 30% provém dos alimentos. Além disso, estudos já mostraram que os responsáveis pelo aumento do colesterol sanguíneo são as gorduras saturadas e fatores genéticos.

Verdade: Ajuda a emagrecer
O ovo é uma super fonte de proteínas, o que torna a digestão mais lenta, promovendo uma maior saciedade e auxiliando no processo de emagrecimento. Além disso, é um alimento versátil e pode ser consumido em qualquer refeição.

Mito: É necessário lavar os ovos antes de armazená-los
O correto é lavar os ovos somente antes do consumo. Lavar os ovos antes de armazená-los faz com que a casca do ovo fique desprotegida, facilitando a entrada de microrganismos, resultando na deterioração e diminuição do período de estocagem. Não se deve lavar os ovos antes e nem guardá-los na porta da geladeira, porque também facilita a entrada de microrganismos.

Verdade: O ovo é o segundo alimento mais completo do mundo
O ovo é considerado um superalimento, pois é rico em macro e micronutrientes, como vitaminas A, complexo B, D, E e K; minerais como ferro, selênio, fósforo, iodo, zinco, cobre e cálcio. Só perde para o leite materno como o alimento mais completo do mundo.

Mito: É recomendável descartar a gema
A gema é rica em luteína e zeaxantina, antioxidantes essenciais para a saúde dos olhos; em colina, nutriente importante para a memória; e em vitaminas A, D e E. Portanto, o ideal é comer a gema também.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.